Blog

Onde anda você, Ex-aluno?

Vania Carolina Fonseca Da Silva – Biotecnologia 2002:

Me formei em Biotecnologia no ORT em 2002. No ano seguinte, iniciei o curso de Ciências Biológicas na UFRJ, onde obtive o título de Bacharel em Ecologia e Licenciada em Biologia. Determinada a estudar mustelídeos (uma família de mamíferos da ordem dos carnívoros), comecei a estudar lontras em 2006 para o meu projeto de bacharelado.

Concluí uma especialização em Biologia, Manejo e Medicina da Conservação de Animais Selvagens pelo Senac e em 2008 fui para Portugal onde prossegui com os estudos, fazendo mestrado em Biologia da Conservação. Novamente estudei aspectos relacionados à ecologia e comportamento de lontras, e o resultado do meu trabalho recebeu recentemente em Portugal o Prêmio Anual Biodiversidade Delta Cafés 2010, oferecido à melhor dissertação de mestrado na área de Biodiversidade e Conservação da Universidade de Évora.

Em novembro de 2010, comecei a trabalhar como pesquisadora no Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, no Amazonas. Estou atualmente desenvolvendo um projeto de pesquisa com ariranhas e lontras e as interações que estas espécies podem ter com as atividades de pesca realizadas pelas populações ribeirinhas. Meu trabalho é realizado através de uma estreita colaboração com os moradores locais, e espera-se que os resultados sejam de grande valia para a conservação das espécies estudadas.

Não tenho dúvidas do quanto o ORT foi importante na minha formação. Ter sido aprovada em todas as universidades para as quais prestei vestibular foi o primeiro sinal do preparo que obtive ali. Aprender desde cedo como “funciona” uma pesquisa científica, desde sua concepção e planejamento até sua execução e análise de resultados, foi posteriormente uma excelente mais valia no meu desenvolvimento acadêmico. O ORT proporcionou uma vivência de trabalho muito boa, consolidando a minha segurança quanto às minhas capacidades profissionais.


Vania

Vania realizando pesquisa de campo em Portugal
Vania em Portugal

Clique aqui e veja outros depoimentos

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.