Blog

Exposição Janusz Korczak no ORT

O Instituto de Tecnologia ORT inaugurou, no dia 7 de maio de 2009, a exposição “JANUSZ KORCZAK, um legado para a humanidade”. A exposição conta a vida e a obra deste renomado educador, médico pediatra e escritor judeu que apesar de receber ofertas de exílio, recusou-se a deixar seus alunos para trás no Gueto de Varsóvia, preferindo ser deportado junto com eles ao campo de extermínio de Treblinka, em agosto de 1942.

Estiveram presentes à inauguração os presidentes do ORT, Armando Klabin, e do Museu Judaico, Max Nahmias, diretores das duas instituições e representando a FIERJ, Nissim Cohen Hallale e Sheila Cohen Hallale.

A exposição continua aberta ao público de 2ª a 6ª feira, das 10h às 18h, até o dia 30 de Junho de 2009.

“A exposição sobre Korczak insere-se nos propósitos do Centro de Estudos do Holocausto do Museu Judaico do Rio de Janeiro, que vem contribuindo para a divulgação e o debate de temas ligados a este acontecimento singular que definiu o século XX e constituiu-se na maior tragédia do povo judeu.

O Museu Judaico integra-se assim aos esforços das instituições culturais que, em todo o mundo, preservam a memória das vítimas civis assassinadas pelo nazismo – entre as quais seis milhões de judeus, inclusive um milhão e meio de crianças – para que fatos tão trágicos jamais se repitam.

O Centro de Estudos do Holocausto patrocina concursos anuais para estudantes, realiza conferências e coloca à disposição do público e dos pesquisadores uma biblioteca e uma videoteca temáticas, além de depoimentos gravados de sobreviventes que emigraram para o Rio ao final da Segunda Guerra.

Ademais, o Museu Judaico mantém em exposição permanente sua coleção de objetos, livros e documentos representativos de todos os aspectos do judaísmo no Brasil.

Ficamos muito felizes de contar com a sempre ativa colaboração do Instituto de Tecnologia ORT nesta exibição que consideramos ter muita importância para a formação de seus alunos.”

Max Nahmias
Presidente
Museu Judaico do Rio de Janeiro.

“A exposição “JANUSZ KORCZAK, um legado para a humanidade” nos permitirá mostrar aos nossos jovens alunos a trajetória de uma das figuras emblemáticas do judaísmo nos anos fatídicos da ocupação alemã da Polônia.

Renomado educador, médico pediatra e escritor, Korczak criou e dirigiu diversos orfanatos até ser confinado, com seus pequenos alunos, no Gueto de Varsóvia, onde finalmente foi deportado junto com eles ao campo de extermínio de Treblinka, em agosto de 1942. Não aceitou o oferecimento de poupar sua vida, e preferiu morrer nos fornos crematórios do campo de concentração com seus discípulos.

Ao acolher esta exposição, gentilmente enviada pelo Museu Judaico do Rio de Janeiro, no Instituto de Tecnologia ORT, homenageamos também os 129 anos de história da ORT Mundial e a memória de seus 3071 diretores, professores e alunos mortos durante o holocausto.

É conhecido que mesmo com as grandes dificuldades trazidas pela Segunda Guerra Mundial, a ORT continuou desenvolvendo sua atividade educativa, inclusive nos guetos de Varsóvia, Lodz e Rovno, e até em campos de concentração. O treinamento nas oficinas da ORT foi um verdadeiro “passaporte para a vida” para muitos judeus, permitindo-lhes a sobrevivência, e fazendo parte da resistência física e espiritual frente à barbárie nazista.

Mas, na preparação desta exposição, encontramos uma dessas coincidências e identificações que fazem parte de nossa tumultuada, única e rica história:

A ORT teve oficinas de treinamento profissional no Gueto de Varsóvia, e uma dessas oficinas funcionou no orfanato da rua Krochmalna, nº 92, dirigido por Janusz Korczak e Stefa Wilszynska, mostrado nesta exposição.

Seu diretor, Joseph Jashunsky, e sua família, junto com seus alunos e colaboradores, também foi deportado e morreu em Treblinka, em 18 de Janeiro de 1943.”

Hugo Malajovich
Diretor
Instituto de Tecnologia ORT

Max Nahmias recebe o livro “ORT, the Second World War and the rehabilitation of holocaust survivors”
Na exposição
Max Nahmias, Nissim Cohen Hallale e Sheila Cohen Hallale

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.